Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amo-te 'tá bem?

Porque não oferecer um blog?! Um blog, várias memórias, um futuro presente para ele.

Amo-te 'tá bem?

Porque não oferecer um blog?! Um blog, várias memórias, um futuro presente para ele.

Viagem à china (4/5) - Shanghai 上海

Depois da nossa viagem pelo meio da natureza chinesa de Guilin, seguimos viagem até à maior metrópole chinesa: Shanghai.

Esta cidade tem mais de 20 milhões de habitantes! Ou seja, mais do dobro que a população em Portugal.

Adorámos a cidade! Éramos bem capazes de viver ali.

Embroa seja uma cidade enorme está bem organizada e com óptimos acessos o que faz com que não se tenha a sensação de ser uma cidade tão agitada.

Aqui há muitoooo que ver, no entanto tudo gira em torno das contruções enormes. Da lista dos 10 maiores edifícios do mundo, 2 deles ficam em Shanghai. Vale a pena a visita até ao topo mas o melhor mesmo é ver o espéctaculo de luzes do outro lado do rio, uma zona chamada The Bund à beira rio com vista para o centro financeiro da cidade.

Para quem gosta de inovação tecnológica aconselho a andarem no Maglev Train, um comboio que liga a cidade ao aeroporto. Este comboio anda através de forças magnéticas, ou seja, nao tem, carris mas sim "imans" gigantes que o fazem levitar e andar. Por norma, o comoio anda a cerca de 400km/h no entanto pode chegar até aos 600km/h!

Vimos também o China Art Museum que é um edíficio criado para a Expo 2010 que foi aproveitado como mega casa de exposição de arte. Sinceramente, gostámos mais do exterior do edifício do que da arte em si, mas como era à borla entrámos :)

Mais do que visitar a cidade o que mais gostámos foi de "viver" e "sentir" a energia que se tem.

Esta cidade não dorme, é super segura, muito organizada e vale a pena a sua descoberta tanto de dia como de noite.

Embora seja uma cidade muito mais moderna que todas as outras que vimos até agora (mesmo as cidades europeias), existem zonas que conservaram o antigo, como por exemplo a Shanghai Old Street. Na verdade são várias ruas com imensas lojinhas, restaurantes, lembranças, mas com toda a arquitectura antiga chinesa.

Outra curiosidade, Shanghai tem um quarteirão francês. Ou seja, uma zona completamente diferente do resto da cidade. Aqui existem restaurantes e lojas típicas europeias e até a própria arquitectura dos edifícios são segundo a arquitectura francesa e não a chinesa.

Aconselho vivamente uma visita a esta cidade! Mas para além de visitarem os pontos turísticos, vivam-na! Sintam a energia, andem pelas tuas, comam e comida típica,... é uma experiência única e enriquecedora.

19417147_10213505462661007_7001464769738392628_o.j

19441794_10155324346604303_5271890912292549222_o.j

19441858_10213518233820278_5841592424869977046_o.j

19452984_10155329958404303_5330848557502343865_o.j

19466630_10155324823339303_863453224198637093_o.jp

 

No próximo post falarei um pouco da nossa última paragem pela China antes de regressarmos: Pequim (ou Beijing).

 

Amo-te 'tá bem? ♥ 

Daisypath Anniversary tickers

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D